loading

BLOG

20
nov
literatura

Literatura e Jardim

“Sonhar o sonho impossível, sofrer a angústia implacável, pisar onde os bravos não ousam, reportar o mal irreparável, amar um amor casto à distância, enfrentar o inimigo invencível, tentar quando as forças se esvaem, alcançar a estrela intangível: essa é a minha busca.” Don Quixote

Creio que muitos sobre a face da Terra já tenham ouvido falar do “insano” cavaleiro Don Quixote de La Mancha e seu fiel escudeiro Sancho Pança, sua amada idealizada e sua luta contra os moinhos gigantes. “Cavaleiro errante” em seus ideais e “Cavaleiro da triste figura” em suas derrotas, são célebres expressões da obra de Miguel de Cervantes comumente associadas aos sonhadores errantes de todos nós…

don-quixote_picasso
Don Quixote de Pablo Picasso – 1955

Mas, muitos certamente ainda não ouviram falar que este clássico dos clássicos da Literatura Universal irá ganhar um Jardim em sua homenagem. Brilhante iniciativa que não poderia ficar sem menção aqui no “nosso Jardim”. Graças a iniciativa de unir Literatura juntamente com  recuperação de plantas nativas,  as espécies de plantas descritas por Miguel de Cervantes na obra “Don Quixote de la Mancha”, serão plantadas numa área de 650 metros quadrados ocupada pelo Jardim do Museu Etnográfico em Puertollano – Espanha. Neste espaço serão plantadas as espécies que aparecem na primeira parte da obra “Don Quixote”, em paisagens mencionadas por Cervantes com ricas descrições. Selecionei algumas destas plantas para que vocês apreciem e imaginem como será especial este Jardim.

  • Cipreste
cipreste_do_mediterraneo
  • Yew Tree
YewTreeOriginal
  • Castanheiro
    castanheira
  • Faia
    Ficha da Faia3
  • Freixo
freixo
  • Azevinho
    Azevinho, um símbolo natalício ameaçado4
  • Oleander
0_jpg_Nerium_oleander_c_Giuseppe_Mazza
  • Carvalho
    carvalho
  • Alecrim mato
    alecrim-20
  • Aspen
    aspen
  • Silvas
    silvas
  • Cedro
    cedro
  • Laranjeiras
Laranjeiras
  • Hera
     hera-inglesa Hedera_helix
  • Louro
    louro
  • Roseiras
    Roseira
  • Cana
cana
  • Oliveiras
    oliveiras
Estas dentre outras tantas plantas que formarão o Jardim, receberão uma placa com identificação da espécie vegetal bem como menção do capítulo do romance de Cervantes onde o autor as descreve. A iniciativa está incluída no plano para melhorar os espaços públicos da cidade com espécies nativas o que tem exigido uma pesquisa aprofundada, para apurar as variedades de plantas existentes na região desde o século XVI. O projeto certamente agregará mais cultura e beleza à região não só através do enaltecimento à tão reconhecida obra de Miguel de Cervantes, mas também através do resgate cuidadoso de plantas nativas ligadas a história e tradições locais.
Tomara que a moda pegue também por aqui. Moramos num país lindo, “abençoado por Deus, bonito por Natureza”, onde contamos com uma vasta riqueza literária, na qual não faltam paisagens e jardins que dariam inspiração de sobra para projetos como este.
Saiba sobre a obra:“Don Quixote”, AQUI.
Abraços,
Sejamos Felizes!
Este post foi publicado no blog Jardim de Siguta e não pode ser reproduzido, sob punição de acordo com a Lei de Direito Autoral nº 9.610 de 1988.

Deixe uma resposta

2014 ©: Studio Plano Verde. Todos os direitos reservados. - Feito com Amor e Carinho por IKOEH.com